Texto Natalia Zimbrão

Larissa Manoela

(Foto: Reprodução/Revista TV Brasil)

Sucesso como Maria Joaquina, de Carrossel, Larissa Manoela descorda das atitudes preconceituosa de sua personagem, mas, acredita: “no fundo, ela é uma criança boa”.

TV Brasil – Como está sendo para você essa experiência em Carrossel? Qual a repercussão entre as pessoas?

Larissa Manoela – Muito legal e gratificante, pois, é a minha primeira personagem má. Sempre fiz a boazinha e agora estou tendo que mostrar um lado que eu não sou. Tenho que mostrar que realmente sou atriz. Mas, está bem divertido. As pessoas que me conhecem e sabem que não sou igual a Maria Joaquina falam que estou muito bem. As pessoas que não me conhecem e não sabem como é a verdadeira Larissa Manoela comentam que sou muito má, principalmente, com o Cirilo. Eu aceito numa boa e até respondo: ‘que legal que você está achando isso, é sinal que eu estou fazendo muito bem minha personagem’.

TV Brasil – O que você acha da Maria Joaquina e, principalmente, das atitudes dela com o Cirilo (Jean Paulo Campos)?

Larissa Manoela – Acho que a Maria Joaquina é muito mimada! Ela acha que o mundo gira em torno dela. Na verdade, quem a ajudou a ser assim foram os pais, quer dizer, a mãe, porque o pai, mesmo sendo um médico e rico, é humilde e tenta passar valores para ela. No fundo, acho que ela é uma criança boa. Mas, por ser rica e ter tudo o que quer, se acha no direito de humilhar e pisar em todo mundo, principalmente no Cirilo que por ser negro e pobre, não tem nenhuma chance com ela. Isso é muito triste, coisa que eu jamais faço ou faria.

TV Brasil – Você tem algo de semelhantecom ela? E, diferente?

Larissa Manoela – Eu tenho, sim. Mas, calma! São as qualidades dela. Sou estudiosa e organizada como ela. Também gosto de me arrumar bem, sempre combinando as roupas e os acessórios. De diferente, é toda a parte ruim dela. Sou atenciosa com todos, não sou racista e jamais escolho as pessoas pela classe social, ao contrário, tenho amigos mais ricos que eu e outros mais humildes, nem por isso os trato diferente.

TV Brasil – Com a gravação de Carrossel, como está sendo o seu dia a dia?

Larissa Manoela – Sou atriz e modelo desde os 5 anos. Minha rotina sempre foi corrida. De manhã vou para o colégio, estou no sétimo ano. À tarde, sempre estive envolvida com algum trabalho. O que mudou foi o assédio dos fãs. Sempre fui muito discreta. Quando comentavam comigo que tinham me visto em algum trabalho, eu confirmava, mas, nunca ficava contando fi z isso, fiz aquilo. Agora com a novela, as pessoas me assistem todos os dias e não dá mais para segurar o assédio. Acho que foi o que mudou, mas, estou conseguindo lidar com isso.

Maria Joaquina e Valéria

(Foto: Reprodução/Revista TV Brasil)

TV Brasil – Como é a gravação em meio a tantas crianças?

Larissa Manoela – As gravações são muito divertidas. A gente brinca muito, viramos uma família. É claro que, às vezes, há desentendimentos, mas, temos uma psicóloga que sempre nos ajuda a resolver os probleminhas. No geral, é muito prazeroso esse trabalho. Sempre falo que eu levo o trabalho como uma brincadeira, só que com muita responsabilidade.

TV Brasil – Na novela, a Maria Joaquina e a Valéria não se entendem. Como é a sua relação com a Maísa Silva?

Larissa Manoela – É só na novela mesmo que as duas brigam, porque na vida real nos tornamos grandes amigas. Até falamos que somos BFF (best friend forever – melhores amigas para sempre). A Maísa é muito querida e mesmo sendo bem conhecida, ela é muito simples, não é daquelas atrizes metidinhas, sabe? Eu gosto muito dela.

TV Brasil – Pretende seguir essa carreira de atriz? O que espera do futuro?

Larissa Manoela – Com certeza. Por isso, vou fazer Artes Cênicas, para aprender cada vez mais como ser atriz e atuar melhor. Só que meus pais me orientam que preciso ter outra profissão para que, se acontecer alguma coisa, não fique sem trabalho. Quero fazer faculdade de moda, pois, adoro criar looks diferentes. Espero que meu futuro seja bom, que eu seja uma atriz reconhecida profissionalmente e que sempre gostem do meu trabalho.

Cirilo e Maria Joaquina
(Foto: Reprodução/Revista TV Brasil)

TV Brasil – Tem algum artista que serve de inspiração para você?

Larissa Manoela – Atriz, gosto muito da Julie Andrews. Passei a gostar dela depois que assisti o filme A Noviça Rebelde para poder fazer o musical. Ela é incrível, boa atriz, cantora e linda também. E, ator é o Selton Mello, meu amigo, que me ensinou muito quando trabalhamos no filme O Palhaço. Eu o admiro muito, por ser um ótimo ator, diretor, tão querido e ter tanta paciência com os atores. Nossa história é meio parecida: começamos a trabalhar com a mesma idade, tivemos que mudar de cidade por causa disso e fazemos aniversário bem pertinho: eu dia 28 de dezembro e ele dia 30, somos capricornianos.

TV Brasil – Como é a Larissa na escola? Qual sua matéria preferida e de qual gosta menos?

Larissa Manoela – Eu sempre fui bem no colégio e tirei notas excelentes. Minha mãe fala que sou perfeccionista demais. Ano passado fiquei doente porque tirei uma nota baixa: 8,0. Meus pais falaram para eu não ser tão estressada com notas, mas, não aceitei. A mãe do Selton, a dona Selva, conversou comigo, disse que eu não precisava sempre tirar 10, que os meninos Selton e Danton eram bons alunos, mas, por causa dos trabalhos, não tiravam sempre 10. Eu entendi e me desestressei um pouco, mas, continuo tirando notas boas. Gosto muito de matemática e ciências. E, vou ser sincera, não gosto de educação física porque cansa muito e não gosto de ficar toda suada.

TV Brasil – Você tem algum namoradinho?

Larissa Manoela – Não tenho namoradinho! Tem sim os meninos que eu acho bonitos na novela, que é o Thomaz Costa (que vive o Daniel) e o Guilherme Seta (o Davi), mas, não são namorados. Sou muito nova para isso. Inclusive, pessoas muito malvadas, inventaram e colocaram no Facebook, Twitter, blogs e sites que eu estou namorando com um menino de 17 anos. Imagine! A verdade é a seguinte: minha mãe e eu estávamos um dia num shopping, aí um menino me reconheceu de trabalhos que eu fiz e pediu para tirarmos uma foto juntos. Tiramos a foto. Ele deve ter colocado no twitter dele, facebook, sei lá e pessoas malvadas, como já disse, ficam falando que a gente é namorado. Meus pais e eu acreditamos que nem tenha sido ele que colocou essa notícia nos sites, mas, que ele também foi usado para esses comentários. É uma coisa muito desagradável!