Texto Natalia Zimbrão / Adaptado por Marília Alencar / Fotos: Estevan Avelar

(Foto: Estevan Avelar)

Grávida de seu primeiro filho, fruto do relacionamento com Cauã Reymond, Grazi Massafera, festeja este momento tão especial. Lucena, sua personagem em ''Aquele Beijo'', também engravidará.

TV Brasil – Você veio de duas novelas, Negócio da China e Tempos Modernos, que não tiveram boas repercussões.

Grazi Massafera – Negócio da China foi onde eu senti mais perto o que é a profissão de atriz. Depois, ainda, veio Tempos Modernos, que foi uma novela muito difícil. Acho que não só a minha personagem, mais todos os personagens da novela passaram por transformações.

TV Brasil – Como você viu estes trabalhos?

Grazi Massafera – Eu acho que ninguém cresce só com o sucesso. Então, é muito bacana, traz um amadurecimento grande, você passar por trabalhos que exigem muito tanto psicologicamente quanto profissionalmente. Para mim, somou. Todo mundo pode achar que o saldo foi negativo, para mim foi extremamente positivo. Não é demagogia é sinceridade mesmo. Acho que sucesso é gostoso, te dá um lugar. Mas, passar por uns trabalhos como estes te dá um casco. Eu acho que estou bem mais preparada. E, que venham outras de sucesso ou não tanto. É muito difícil você encontrar alguém que pegou um personagem ou uma novela e sempre deu muito certo. Isso é uma raridade.

(Foto: Estevan Avelar)

TV Brasil – Como foi a preparação para Aquele Beijo?

Grazi Massafera – Foi algo mais voltado para o que eles querem, natural, uma preparação para uma novela mais baseada no cinema. Acho que é para isso que vem se encaminhando. Tanto é que o público quer isso. Cordel Encantado foi uma novela que mais se aproximou disso, portanto foi o sucesso que fez. Foram 20 dias de preparação. Nada muito focado só no texto, sempre na expressão corporal.

TV Brasil – Quais os principais desafios para viver a Lucena?

Grazi Massafera – Eu ainda não posso dizer. Acho que o Miguel tem muito mais para falar sobre a Lucena do que eu. Sempre que eu estou perto dele tento tirar alguma coisinha.

TV Brasil – E, como você definira a personalidade dela?

Grazi Massafera – A novela fala sobre intolerâncias como um todo, o que isso vem causando nas vidas. Acho que ninguém na novela é totalmente bom ou totalmente mau, como na vida real: A qualquer momento você pode desenvolver o seu lado mau ou bom, sei lá. Então, está todo mundo sujeito a isso o tempo todo na novela. Eu não
sei se há uma vilã declarada, mas todo mundo tem seu mistério.

TV Brasil – O que você tem de semelhante com a Lucena?

Grazi Massafera – A gente sempre traz muita coisa da gente para a personagem e é muito difícil separar. É mais fácil dizer o que não é parecido. Eu acho que ela é capaz de tudo para conseguir o que quer, eu não. Às vezes, podemos dizer que ela perde um pouquinho de escrúpulos por causa própria, o que é uma coisa que eu não consigo.