Camila Pitanga como Regina, a mocinha da trama

Foto: Reprodução

Dia 16 de março estreia Babilônia, a próxima novela das nove da Globo. Escrita por Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, a trama reunirá um grande elenco e promete abalar a audiência no ano que a emissora carioca completa 50 anos. Conheça a história de Babilônia!

Beatriz Rangel (Glória Pires) é uma mulher exuberante, inteligente, refinada e inescrupulosa. Consegue tudo o que quer passando por cima de todos que estiverem em seu caminho. Viúva, herdou do marido um escritório de arquitetura. Porém, na sede de conseguir mais dinheiro, conquistou e se casou com o milionário Evandro (Cássio Gabus Mendes), se tornando dona de uma grande empreiteira e vivendo em Paris.

Beatriz era amiga de infância de Inês (Adriana Esteves), uma mulher que batalhou muito na vida de diversas formas, mas não teve o mesmo ímpeto da colega, de quem sempre teve inveja e uma certa obsessão. Desde a adolescência, acompanha a vida da milionária e descobre um de seus grandes segredos, que pode acabar a vilã: ela trai Evandro durante anos com Cristóvão (Val Perré), o motorista da família.

Adriana Esteves viverá a 'complexa' Inês

Foto: Reprodução

Depois que desvenda esse mistério e reencontra Beatriz, Inês começa a chantageá-la e ameaça revelar toda a verdade. Mas a megera é mais esperta e arma uma cilada contra a inimiga: mata Cristóvão e acusa Inês pelo crime, obrigando-a a passar um tempo no Oriente Médio. O fato aguça ainda mais o ódio da mulher, que promete acabar com a milionária de uma vez por todas.

Quem se dá mal e sofre muito com a morte do motorista é Regina (Camila Pitanga), uma estudante que sonha em ser médica. Ela é filha de Cristóvão e fica desesperada ao saber do assassinato, passando a lutar por justiça e colocar o culpado atrás das grades. Mãe solteira, a mocinha trabalha vendendo coco em uma praia carioca. É lá que ela conhece Vinicius (Thiago Fragoso), um advogado gente fina que se apaixona por ela.

O romance, porém, não é bem visto, já que a família do rapaz não concorda que ele namore uma mulher humilde. Além disso, a ex-namorada de Vinicius, Cris (Tainá Muller) fará de tudo para reconquistá-lo e tirar Regina de seu caminho. Quem também é contra a união é Luiz Fernando (Gabriel Braga Nunes), um malandro que gosta da mocinha, mas é casado com Karen (Maria Clara Gueiros).

Nas tramas paralelas, o folhetim vai contar a história de Tereza (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathalia Timberg), duas mulheres que chocaram a sociedade ao se assumirem lésbicas e começar um romance. Juntas há muito tempo, elas criam o filho adotivo Rafa (Chay Suede) e são perseguidas pela cruel e invejosa Dulce (Daisy Lucidi). 

Outro personagem mau caráter é Aderbal (Marcos Palmeira), um político corrupto que se envolve em vários crimes e se torna cúmplice de Beatriz. No time dos vilões, está ainda Murilo (Bruno Gagliasso), irmão de Vinicius que esconde da família que é cafetão, agenciando a filha de Inês, Alice (Sophie Charlotte) e a tornando uma prostituta de luxo.

No morro da Babilônia, Regina mora com o irmão Diogo (Thiago Martins), um atleta de saltos ornamentais que sonha em disputar as Olimpíadas. Ele é treinado por Carlos Alberto (Marcos Pasquim). Outro esporte em destaque na novela será o slackline, praticado por Rafa, Guto (Bruno Gissoni) e Ivan (Marcelo Mello Jr.). 

O tráfico na favela será abordado por meio de Osvaldo (Herson Capri), um bandido perigoso que tem um caso com a periguete Valesca (Juliana Alves) e vive na mira da advogada Paula (Sheron Menezes), uma jovem que sofre preconceito na área por ser negra, ter cursado faculdade por meio de cotas raciais e namorar Bento (Dudu Azevedo). O humor ficará por conta da perua Consuelo (Arlete Salles), mãe de Aderbal; a manicure fofoqueira Zelia (Rosi Campos) e o mulherengo Clóvis (Igor Angelkorte).

Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg farão um casal homossexual

Foto: Reprodução